INSTITUCIONAL NOTÍCIAS VÍDEOS AVISOS PRODUTOS CONTATO
Última Notícias
Fone: (54) 99983 2574
Fábrica de Rações da Cotapel!
21/09/2020 - 10h09mm
Mais notícias
MP DO AGRO
MP do agro traz crédito rural para o século 21, avalia economista da Farsul
12/02/2020 - 16h02min
Câmara dos Deputados aprovou o texto-base e apreciará os destaques nesta quarta-feira (12); depois, texto segue para avaliação do Senado


Analistas entendem que mudanças trazem alternativas além das já oferecidas por banco para o produtor rural buscar crédito

Se a medida provisória 897/2019, conhecida como MP do Agro, for convertida em lei o texto-base foi aprovado na Câmara marcará um novo momento do crédito rural no país. Deverá modernizar o sistema hoje vigente, avalia Antônio da Luz, economista-chefe do Sistema da Federação da Agricultura do Estado (Farsul). Ele explica que a história dos financiamentos voltados ao setor teve início na década de 1960, quando foi criado.


MP do Agro trará mais opções de crédito ao produtorMP do Agro trará mais opções de crédito ao produtor

MP do Agro dará mais transparência e segurança jurídica às operações, avalia advogado Fernando PellenzMP do Agro dará mais transparência e segurança jurídica às operações, avalia advogado Fernando Pellenz
O governo era a fonte dos recursos. No período de 1990, veio uma segunda etapa. A base do sistema passou a ser o dinheiro dos bancos, com regulamentação da União e subsídio de algumas operações. Com as novas regras, se criaria um novo momento, com alternativas para a busca de crédito do mercado, além dos bancos.

Praticamente três décadas depois, pode haver essa transformação, porque a necessidade de recursos é muito maior. O objetivo aproximar o produtor do mercado para que tenha outras formas de se financiar, além do banco. A MP do agro traz para o seculo 21 o sistema de crédito brasileiro avalia o economista.

A percepção é compartilhada pelo advogado Fernando Pellenz, do escritório Souto Correa, que acrescenta o quesito agilidade como ponto positivo para os produtores:

Também traria mais segurança jurídica e transparência às operações.

Outra ponderação é de que os recursos "oficiais" seriam canalizados para o pequeno produtor. Na terça-feira (11), durante os debates, um dos questionamentos feitos foi o de que o novo modelo enfraqueceria as instituições financeiras públicas.

Os bancos jamais deixarão de ser importantes. O produtor aproveitará oportunidades à medida que forem chegando. Cuidar do lado financeiro e ter capacidade de mostrar quem ele é será um diferencial de taxas de juro ali na frente prospecta Luz.

No texto que já foi referendado pelos deputados estão itens como patrimônio de afetação, que traz a possibilidade de dividir a propriedade em partes para dar como garantia, fortalecimento da Cédula de Produto Rural (CPR), que poderá ser referenciada em moeda estrangeira e o fundo de aval fraterno.

Fonte: Gaucha Zh
A Cotapel
A Cooperativa Agrícola Tapejara Ltda denominada COTAPEL, iniciou suas atividades em 23 de outubro de 1985.
Surgiu a partir da crise vivida pela Coopasso no ano de 1984, quando produtores vinculados à unidade de Tapejara, resolveram construir sua pr...
+ Saiba mais
Mapa do site
- Home

- A Cotapel


- Cotações
- Notícias

- Produtos

- Fale conosco
Contato
Av. 7 de Setembro, 2155 - Bairro São Paulo
CEP 99950-000 Tapejara - RS
Fone: (54) 3344.1588 / 3344.1296
cotapel@netvisual.com.br
Direitos reservados à Cotapel. Desenvolvido por