INSTITUCIONAL NOTÍCIAS VÍDEOS AVISOS PRODUTOS CONTATO
Última Notícias
Mais notícias
MERCADO DE GRÃOS
Preços da soja caem no Brasil nesta 2ª
09/10/2018 - 08h10min
Preços da soja caem no Brasil nesta 2ª com dólar e travam negócios no mercado nacional.

As baixas para os preços da soja no mercado brasileiro variaram de 0,67% a 4% nesta segunda-feira (8) sentindo a agressiva pressão do dólar, que despencou frente ao real depois do resultado do primeiro turno das eleições presidenciais no Brasil.

Nos portos, Rio Grande se destacou com baixas de mais de 2%, levando o disponível a R$ 91,50 por saca e a referência novembro/18 a R$ 93,00 por saca. Em Paranaguá, estabilidade nos R$ 95,00 no spot e nos R$ 85,00 para a safra nova.

Além dos preços em queda, os negócios também ficaram travados no mercado nacional nesta segunda diante dessa movimentação do câmbio e apesar de novas altas sendo registradas nos prêmios pagos pela soja brasileira. Os vendedores se retraíram vendo as cotações cederem de forma significativa.

E esse tem sido um movimento que já aparecia no mercado nacional na última semana, segundo uma análise do Cepea.

"Nesse cenário, as negociações travaram nos últimos dias tanto no mercado spot quanto para contratos, devido à desvalorização do dólar. No spot, compradores se retraíram, à espera de redução de preços, principalmente devido à diminuição das margens de esmagamento. Do lado vendedor, os baixos estoques e o semeio da nova safra também afastam esses agentes do mercado", avaliam os analistas da instituição.



Nesta segunda, a moeda norte-americana cedeu 2,35% para fechar com R$ 3,7662, registrando seu menor nível desde 8 de agosto e marcando a maior queda percentual, segundo a Reuters, desde 8 de junho. Na mínima do dia, a divisa bateu em R$ 3,70.

"O desempenho de Bolsonaro no primeiro turno o mantém como favorito na disputa, seja pela votação recebida --muito próxima dos 50 por cento-- seja pelo quadro das disputas nos Estados ou ainda pela equiparação de armas na campanha de segundo turno", escreveu a corretora XP investimentos.

Bolsa de Chicago

Em dia de feriado nos EUA - de Columbus Day -, mas em que as bolsas funcionam, e em início de semana de novo relatório mensal de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), os preços da soja negociados na Bolsa de Chicago fecharam o dia com estabilidade.

Os futuros da oleaginosa terminaram o dia com leves altas de 0,25 a 0,75 ponto e o novembro/18 cotado a US$ 8,69 por bushel. Já o maio/19, referência para a nova safra do Brasil, ficou com US$ 9,07.

Os participantes do mercado optaram por dar início a esta semana atuando com cautela e ainda na busca por uma definição de direção para os preços. As atenções seguem divididas entre o clima e as condições para a colheita no Corn Belt, bem como nessa espera pelo USDA da próxima quinta-feira, 11 de outubro.

Além disso, a falta dos boletins de embarques semanais e de acompanhamento de safras que também não chegaram nesta segunda em função do feriado deixaram o mercado mais morno na CBOT.

Outro fator que também foi comentado em Chicago foi a força de Jair Bolsonaro nas eleições brasileiras e os impactos sobre o mercado financeiro, como explicaram analistas do portal Farm Futures. Sua relação com a movimentação do dólar deve, de fato, mexer com o ritmo de negócios no Brasil e, consequentemente, com as cotações na Bolsa de Chicago.

Fonte: Notícias Agrícolas
A Cotapel
A Cooperativa Agrícola Tapejara Ltda denominada COTAPEL, iniciou suas atividades em 23 de outubro de 1985.
Surgiu a partir da crise vivida pela Coopasso no ano de 1984, quando produtores vinculados à unidade de Tapejara, resolveram construir sua pr...
+ Saiba mais
Mapa do site
- Home

- A Cotapel


- Cotações
- Notícias

- Produtos

- Fale conosco
Contato
Av. 7 de Setembro, 2155 - Bairro São Paulo
CEP 99950-000 Tapejara - RS
Fone: (54) 3344.1588 / 3344.1296
cotapel@netvisual.com.br
Direitos reservados à Cotapel. Desenvolvido por